Séries de TV

American Gods

Head Full of Snow não é diferente dos dois últimos episódios quando contextualiza a intenção de American Gods (Deuses Americanos) em cenas com pura ousadia criativa. Criatividade essa que vem chamando atenção com os passos dados pelo roteiro da produção. O terceiro episódio continua explorando a química entre Shadow e Sr. Wednesday, ainda que essa relação tenha sido iniciada de forma equivocada por ambas as partes, a condução do roteiro de Bryan Fuller e Michael Green.

Shadow (Ricky Whittle) era um detento que aguardava sua libertação. A história do personagem começa a ser narrada a três dias de sua tão aguardada liberdade, quando voltaria para sua esposa e um emprego na academia de um ‘amigo’. Todos os seus planos são confrontados, quando a notícia que sua esposa morreu em um acidente automobilístico o pega de surpresa. Condenado a seis anos de detenção, graças ao seu bom comportamento, ele poderia retornar para casa após três anos. A notícia não abala os planos de Shadow. Ao retornar para casa, com uma passagem comprada por sua esposa ainda em vida, já que ela trabalhava como agente de viagens, ele conhece um homem misterioso, que lhe oferece uma oportunidade de emprego. Identificando-se apenas como Wednesday (Ian McShane), ele insiste com para contratá-lo, que se nega em aceitar o trabalho inicialmente, mas diante de tanta tragédia, acaba cedendo.

Ao perder o direito da própria vida no episódio anterior, em uma disputa com Czernobog, Shadow é colocado novamente no eixo central da trama. Bryan Fuller e Michael Green conseguem escrever as melhores cenas e construírem a melhor sintonia entre seu parceiro de cena. Mesmo que a série opte pelo total mistério, das verdadeiras intenções de Wednesday, a primeira parte da temporada (quarto episódio), caminha para entregar as primeiras respostas ao público. Isso instiga e atraí a audiência, não apenas por suas histórias e personagens excêntricos. O destaque da semana fica para a cena de sexo gay entre os personagens: Salim (Omid Abtahi) e Jinn (Mousa Kraish).

Salim (Omid Abtahi) é um imigrante recém-chegado nos Estados Unidos que luta para vender produtos, que segundo ele quase nenhuma se interessa. Após um longo dia de espera tentando ser atendido por um cliente, ele retorna para casa, preocupado com a forma com que seu dinheiro está acabando, quando acaba entrando no Taxi de Jinn (Mousa Kraish), este que está a 30 horas em trabalho. Inicialmente mostrando a construção de uma sintonia entre os personagens, Salim descobre que Jinn, é uma criatura mitológica islâmica – que sai fogo pelos olhos. Já alertando que não concede desejos (diferentemente do que conhece-se da mitologia islâmica, o personagem concede desejos), ele é convidado por Salim para subir ao seu quarto. Com todo cuidado, a cena conta com um nu frontal de Mousa Kraish e o desenrolar da cena, mostra ainda mais cuidado, para não parecer vulgar ou sem conexão com o restante da trama da série. Há um desfecho que contradiz a forma que os personagens se conheceram, o que revela uma intenção do roteiro em surpreender o telespectador.

American Gods (Deuses Americanos) está entregando uma das melhores tramas da TV atualmente. As cenas construídas com roteiros inteligentes, demonstram o potencial da série que ainda reserva-se no direito em entregar sua trama central aos poucos e focar na apresentação de seu Universo, para a partir daí desenvolver sua trama. O que até então, é uma intensa necessidade no foco dos personagens, principalmente em destrinchar cada aparição, tornando-a elemento essencial do que está sendo planejado para esta narrativa, liderada por Bryan Fuller e Michael Green.

Nota: ✩✩✩✩✩

American GodsTítulo: American Gods (Deuses Americanos)
Episódio: 1X03 – Head Full of Snow
Exibição: Starz (EUA) | Amazon Prime Vídeo (Brasil)
Lançamento: 15 de Maio de 2017
Elenco: Ricky Whittle, Ian McShane, Emily Browning, Pablo Schreiber, Yetide Badaki, Bruce Langley, Crispin Glover, Jonathan Tucker, Cloris Leachman, Peter Stormare, Chris Obi, Mousa Kraish, Gillian Anderson, Omid Abtahi, Orlando Jones, Demore Barnes, Dane Cook, Kristin Chenoweth, Corbin Bernsen, Jeremy Davies e Beth Grant
Direção: David Slade
Roteiro: Bryan Fuller e Michael Green
Produtores: Bryan Fuller, Michael Green, Neil Gaiman, Craig Cegielski, Stefanie Berk e Thom Beers

Leia mais sobre Deuses Americanos
Leia mais sobre Séries de TV

Pinterest

Administrador e criador do Blog Combo Pop. Responsável pelas postagens. Fã de Star Wars e Star Trek, viciado em séries, animes e quadrinhos!